Novo medicamento revolucionário pode impedir o envelhecimento

idosoExistem todos os tipos de produtos disponíveis para os consumidores que prometem propriedades anti-envelhecimento, de cremes para rejuvenescer a pele a suplementos e vitaminas. Mas e se você pudesse simplesmente tomar uma pílula e de fato reverter o envelhecimento, a nível celular?

Uma fonte real da juventude pode estar agora ao seu alcance, graças e segundo aos pesquisadores da University of New South Wales (UNSW), da Austrália, que descobriram um complexo de proteínas que permite que as células reparem o DNA danificado pela radiação ou pela velhice, e é tão promissor que tem atraído o interesse da NASA como uma forma de manter os astronautas saudáveis durante voos espaciais longos, informa o MedicalXpress.com.

“Este é o mais próximo que estamos a um medicamento anti-envelhecimento seguro e eficaz, que está talvez a apenas 4 a 5 anos de estar disponível no mercado se os testes forem bem”, disse David Sinclair, autor principal do estudo, que foi publicado na revista Science. Nossos corpos devem trabalhar constantemente para reparar o nosso DNA, que pode ser danificado até mesmo pela exposição regular ao sol, entre uma série de outras coisas. Mas esse processo de cicatrização diminui significativamente à medida que envelhecemos. O complexo descoberto pelos pesquisadores da UNSW trabalha impulsionando este sistema natural.

Como funciona e como foi produzido – A droga foi produzida após os cientistas identificarem que o metabolito NAD+ desempenha um papel fundamental como regulador de interações entre proteínas que controlam o reparo do DNA em nossas células. Eles então desenvolveram um impulsionador de NAD+, chamado NMN, que já comprovadamente reparou danos ao DNA causados pela exposição à radiação ou idade avançada em ratos. “As células dos ratos antigos eram indistinguíveis das dos ratos jovens após apenas uma semana de tratamento”, disse Sinclair.

Já que este medicamento impulsiona um sistema inteiramente natural em nosso organismo, os cientistas estão otimistas quanto à pequena possibilidade de efeitos colaterais e problemas de saúde relacionados a ele. De fato, ensaios humanos de terapia com NMN estão programados para começar dentro de seis meses.

Por que a NASA está interessada no projeto – A agência espacial está atualmente planejando missões tripuladas para Marte e outros cantos distantes do sistema solar, mas uma de suas principais preocupações tem a ver com a exposição à radiação. Os cientistas calculam que 5% das células de um astronauta devem morrer apenas por exposição à radiação em uma viagem ao planeta vermelho. As chances de um astronauta desenvolver câncer aproximam-se de 100% nessa missão.

Se os danos causados por esta exposição à radiação puderem ser amenizados ou mesmo revertidos pela NMN, isso poderia tornar as missões espaciais de longa distância muito mais viáveis. Naturalmente, a droga seria igualmente útil aqui na Terra também, especialmente para aqueles que experimentaram altos níveis de danos ao DNA, de quimioterapia ou exposição à radiação, ou para qualquer um que simplesmente queira se sentir jovem novamente.

Fonte: R7

‘‘E o Senhor me livrará de toda a má obra, e guardar-me-á para o seu reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém.” 2 Timóteo 4:18 (clique aqui e se surpreenda)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s