Médico é condenado por resultado errado em exame de sífilis

sifilis dúvidaUm médico de São Carlos, no interior paulista, foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) a pagar R$ 20 mil de danos morais a uma paciente por erro em um exame laboratorial. Após o parto, a mulher foi informada pelo profissional que ela tinha sífilis. A mãe e o bebê teriam que passar por tratamento para a doença.

Onze dias depois foi comprovado que o diagnóstico estava equivocado, mas a comunicação inicial do médico levou ao rompimento do relacionamento da paciente com seu marido por suspeita de traição, já que a sífilis é uma doença sexualmente transmissível. O caso aconteceu em dezembro de 2009.

Segundo a família, o médico não fez a ressalva de que o exame poderia ser inconclusivo e de que o diagnóstico dependeria de novas análises clínicas. Eles também disseram que o profissional comunicou o resultado na frente de outras pessoas que estavam no quarto com a mulher.

Fonte: Estadão

“E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa. E, apressando-se, desceu, e recebeu-o alegremente.” Lucas 19:5-6 (clique aqui e se surpreenda)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s