Agilidade na discussão sobre cannabis em uso medicinal

Ministra pediu que órgãos se manifestem.

canabis discussãoA ministra Rosa Weber, relatora no Supremo Tribunal Federal (STF) da ação de inconstitucionalidade que questiona a proibição da cannabis para fins medicinais e de bem-estar terapêutico no Brasil, resolveu dar agilidade à discussão, com a abreviação do rito da causa.

Ela pediu que a Presidência da República, Senado, Câmra e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se manifestem em um prazo de 10 dias. A ação, proposta pelo PPS, visa “assegurar o plantio, cultivo, colheita, guarda, transporte, prescrição, ministração e aquisição de Cannabis para fins medicinais e de bem-estar terapêutico, mediante notificação de receita, conforme as normas de saúde pertinentes, sem que tais condutas sejam consideradas crimes”. Somente no final deste ano a ação deve ser julgada pelo Supremo.

Fonte: Guia da Farmácia

“Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.” João 15:8 (clique aqui e se surpreenda)

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s